Fórmula Café

Arquivo para a categoria “Notícias”

McLaren, Alonso e Button?

GOIÂNIA – 2015 para a McLaren será um ano de desenvolvimento. Sem pretensões de título, a equipe de Woking tem que acertar motor e carro ano que vem para a partir de 2016 poder tentar voltar às glórias da parceria McLaren/Honda.

Assim, o ideal para a equipe seria a dupla formada pelo piloto experiente que guiaria o desenvolvimento do projeto e o piloto promissor que aprenderia e seria o grande nome para lutar por títulos.

Porém optaram por dois pilotos experientes. O projeto da equipe de Woking é para agora. Tem muito que desenvolver. Em 2016, as chances ainda são poucas. Talvez 2017 seja o grande ano da McLaren. Alonso terá de 35 para 36 anos e Button, 36. Infelizmente, é fim de carreira. Eles terão todo aquele gás de 5, 10 anos atrás para lutar pelo título?

Alonso e Button estão prestes a se aposentar e a McLaren precisa de pilotos que fiquem em Woking por muito tempo. Como foram os projetos que fizeram Lauda, Prost, Häkkinen e Hamilton campeões. Á longo prazo. Anos de trabalho para enfim os de glória.

O mais viável seria manter Jenson, piloto experiente, com 5 temporadas na McLaren e um bom histórico com a Honda, ao lado Magnussen, o campeão da GP2, Palmer, ou o vice, Vandoorne, pilotos novos, com potencial para ser campeão. Ou ainda Bottas, que embora não seja inicinate, é um piloto promissor, que faz bem o estilo da McLaren.

Alonso que não faz sentido estar ali, pois além de ter que começar do zero, não teve uma passagem muito feliz na equipe inglesa. Em 2007, o espanhol prejudicou Hamilton no GP da Hungria deixando Ron Dennis furioso . El emburradón entregou o caso de espionagem Stepneygate que acabou deixando “Boss” fora da F1 por 6 temporadas, além de punições para a McLaren (zerou os pontos do mundial e teve que pagar uma multa de US$ 100 milhões).

Alonso e Dennis nunca mais trabalhariam juntos, disseram na época. O espanhol disse que não tinha confiança alguma na equipe inglesa. Alonso e McLaren, nunca mais! Até 2105.

Continuo sem entender. Será uma competição? Eles têm 2015 de teste, quem se sair melhor fica para a próxima temporada? E Magnussen? Voltará como piloto titular quando? E a própria McLaren? Vai voltar ao topo? Cadê março que não chega logo?

Anúncios

Depressão (maior) pós-corrida

GOIÂNIA – Esta é a pior depressão pós-corrida que já tive. Acordei às 2h30 da manhã. Ainda não dormi.

A sensação é de corrida inacabada. E de medo também.

Chovia muito em Suzuka. A largada foi com Safety Car. Paralisaram. Quando a chuva cessou e a pista melhorou a corrida foi reiniciada.

Ótima. A corrida estava ótima. Estratégias variadas. Brigas entre as Mercedes. Vettel e Ricciardo andando muito. Button bem na corrida.

Eu até queria falar mais sobre a corrida em si nesta crônica, mas não consigo pensar em nada que seja mais expressivo que o acidente de Jules Bianchi.

Hoje, há 10 voltas do fim, a corrida fora paralisada pois o piloto francês da Marussia sofrera um grave acidente. Não sei muito bem explicar como aconteceu. Não há vídeos. Apenas algumas fotos após o acidente.

O estado de Bianchi é crítico. Pelas notícias soltas na internet, ele teve traumatismo craniano, passou por uma cirurgia bem sucedida e respirava sem aparelhos, mas ainda é grave. E agora há pouco, a imprensa italiana informou que houve hemorragia, haverá outra cirurgia e respira com a ajuda de aparelhos. São várias as notícias não-oficiais. Nós resta esperar as oficiais.

Nesse domingo passei um bom tempo pensando em Senna e Bianchi. Em 1° de maio de 1994, Senna bateu em Ímola. Teve traumatismo craniano. Morreu ali na pista. Mas só noticiaram depois. Horas depois. Por mais que a F1 ofereça um nível altíssimo de segurança hoje em dia, era inevitável pensar no pior do acidente desse domingo. “Bianchi está bem. Bianchi ficará bem”, é o meu mantra enquanto não saem notícias. Eu nasci após a última morte na F1. Não vi o Ayrton morrer. Espero que eu continue assim, sem ver nenhuma morte nessa categoria.

Fico assutada de pensar o quão injusto isso é. Um piloto está fazendo o que mais ama na vida. E morre, ou quase morre, tentando alcançar seus objetivos, sonhos. Não faz sentido para mim! Tomamos como maior exemplo Ayrton Senna. Não havia nada no mundo que ele era mais apaixonado do que correr. Do que vencer corridas. Do que ser o 1°. E morre. De repente. Na pista. Fazendo o que amava.

Dentre essa angústia veio uma notícia totalmente inesperada: Andrea De Cesaris, ex-piloto da F1, morreu hoje. Bateu forte de moto em um guard-rail. O acidente foi em uma estrada na Itália. De Cesaris morreu na hora, deixando dia 05 de outubro de 2014 ainda mais trágico.

Bianchi está bem. Bianchi ficará bem!

Acelerados

Rubens Barrichello, Cassio Cortes, Gerson Campos e Alexandre Barros acabam de lançar um canal no YouTube com uma proposta ótima e que vai interessar todos os amantes da velocidade. O ‘Acelerados’, como eles mesmo definem, é o canal para quem tem gasolina e adrenalina na veia. Até agora, só lançaram o teaser, mas já me deixou ansiosa pelos próximos vídeos. Duas vezes por semana, terça e quinta, têm vídeo novo.

Aí em baixo, o teaser e o texto que postaram no Facebook:

“Você é daqueles que, depois de estacionar no supermercado, sempre dá uma olhadinha para trás para admirar o seu carro?

Pra você, Salão do Automóvel sempre foi muito mais importante que Copa do Mundo?

Na escola quando falavam de números, você só pensava em zerinhos?

Você não sabe o número do seu RG, mas tem de cor os valores de potência e o torque do seu carro?

Existem pessoas que amam carros, motos e velocidade, e existe todo o resto.

Nós não somos todo o resto. Nós somos… Acelerados!

Vem com a gente!

YOUTUBE: www.youtube.com/acelerados
FACEBOOK: www.facebook.com/aceleradostv
TWITTER: www.twitter.com/aceleradostv
INSTAGRAM: @acelerados”

Promessa rubro-taurina

Daniil Kvyat, o russo

GOIÂNIA – Helmut Marko acaba de anunciar que a vaga que Ricciardo deixou na Toro Rosso para 2014 foi ocupada.

Daniil Kvyat, russo de 19 anos é o novo piloto da equipe irmã da RBR. O menino já tem um ótimo histórico. As duas vitórias que ele têm nesta temporada foram em Spa e Monza. Já tem um certo respeito.

É segundo colocado na temporada da GP3 deste ano, foi vice-campeão europeu da Fórmula Renault 2.0 em 2012 e terceiro em 2011

“Danii sugere possuir todas as qualidades básicas para evoluir e vamos usar nossa esperiência com jovens pilotos para lhe ajudar a se formar”, declarou Tost, chefe da Toro Rosso.

tumblr_ms1rcgKkLD1qely8co3_500 tumblr_mtaf21F5UL1r0y4hzo2_500

Escolheram Dan (Dan porque já somos íntimos ou porque é mais fácil que Daniil Kvyat) pois querem preparar o próximo Vettel. Moleque novo com uma carreira já admirável, ‘olha ai, pode virar um Vettel’, pensou Helmut. ‘Enquanto Vettel continua a conquistar títulos no mundial de pilotos e Ricciardo o ajuda no mundial de construtores, nós formamos o próximo campeão’, planeja Helmut Marko, um guru eficiente!

Boa a ideia. Pegar um garoto e trabalhá-lo. Mas não se iludam. Já vimos essa empolgação antes. Com Razia, com Di Grassi e com Senna. Fora do Brasil, vimos com Villaneuve, com Alesí, com Frentzen e mais recente, Hamilton e Button, mas estes dois últimos ainda estão na batalha. E outra, tenho cá p’ra mim que “Vettels” aparecem a cada 20, 30 anos. Sendo Vettel e Senna os últimos.

Pode ser que o moleque vingue. Pode ser que não. Sempre se lembrem: A F-1 é uma caixinha de surpresas, onde tudo pode acontecer, até mesmo nada!

Faster than you (4)

Ô loco!

GOIÂNIA – O que acho que acontecerá na Ferrai ano que vem:

tumblr_mt08lbTwou1sp9bn7o1_500

tumblr_mszwerLNP51sn7tuoo1_500

Vai ser uma temporada bem legal essa de 2014!

Navegação de Posts

%d blogueiros gostam disto: