Fórmula Café

Arquivo para a categoria “2013”

Aniversário do blog: 2 anos (2)

Gilberteando

GOIÂNIA – Hoje o blog faz 2 anos.

Há dois anos eu criava o blog e descobria que “olha só, até que eu sei escrever”. Nesses dois anos conheci muita gente interessante. Com o blog eu percebi que não era a única adolescente ‘estranha’ que gostava de F1. Tinha outros ‘estranhos’ como eu.

No GP do Brasil conheci gente de outros países e a cada segundo que passava no autódromo eu tinha certeza que tinha encontrado o meu lugar. Nunca me senti tão em casa como me senti em Interlagos.

Antes de tudo, obrigada por existir, F1. Bernie, obrigada por fazer tudo isso dar certo. Senna, por ser O cara. Rubinho, por manter a Globo transmitindo a F1 por todos estes anos. Vettel, pela honra de te ver correr. Ron Dennis, por finalmente voltar, que saudades você deixou! E Alonso, por nunca ter me processado pelas piadas maldosa.

Luiz, meu pai, por me mostrar esse mundo, por ter vivido na época de Senna e poder me contar tudo o que eu não tive a oportunidade de ver, por me ajudar, criticar e elogiar o blog.

Hetto, fã número 1, que acompanha o blog desde o começo e sempre me lembra o quão longe eu posso chegar!

Karol, amiga e colega na revista.

A toda minha família e amigos.

Marcel Pilatti, Eduardo Corrêa e Alessandra Alves, do GPTotal, que deram uma ajuda enorme e não tenho palavras para agradecer!

Muito obrigada por lerem todas as opiniões e as piadas metidas a engraçadas que eu escrevo! A foto abaixo, no meu lugar favorito no mundo:

1661631_10202896652119572_760494180_n

Aquele abraço!

Retrospectiva da temporada: 2013

Ainda faltam 2 meses e 23 dias

GOIÂNIA – Não sei vocês mas até que gostei da temporada de 2013. Eu sei que fica muito difícil gostar de uma temporada com 13 vitórias de um piloto e um tetra com 3 corridas de antecedência, ainda mais depois de 2012!

Mas apesar do domínio alemão, foi uma temporada divertida. Malásia, mercado de pilotos, twitter da Lotus…

E mais uma vez acertei a minha aposta do começo do ano. Vettel, né? Que além de todas as corridas do 2° semestre, levou também o GP da Alemanha, do Canadá, do Bahrein, e da Malásia, vulgo a-pior-vitória-de-Vettel.

Pódio na Malásia.

Pódio na Malásia.

O campeonato de construtores foi para a RBR. Aliás, se a RedBull tivesse só o Vettel como piloto ainda levaria, já que os pontos das duas Ferraris juntas não dão os do alemão, e os pontos das duas Mercedes juntas não dão os do alemão. Pois é, os pontos do Webber não fizeram muita diferença. Webber não fez muita diferença.

O australiano, depois da Malásia, passou o tempo todo dando declarações como se quisesse se ”vingar” de Vettel. Mas como com Villeneuve, a gente ignora que fica tudo bem.

McLaren e Sérgio Pérez foram as minhas decepções pessoais. Já disse que a equipe britânica é a minha favorita no grid, e apostei tudo no mexicano. Foi uma péssima temporada para ele. Ai eles resolvem dispensá-lo. Continuo achando que Sergito é um ótimo piloto, mas ainda não era hora de ir para a McLaren, ainda mais uma McLaren  como aquela.

Hülken foi o moleque que brilhou. Um pilotaço. Levantou aquela Sauber. E Guts (no GP do Brasil tinha um mexicano que todas as vezes que Esteban Gutiérrez passava dizia:’mírada Guts’) também tem talento, só ainda não conseguiu mostrar.

Force India ameaçou uma boa temporada, mas não passou disso, ameaça.

Toro Rosso, normal.

Williams, pior equipe do ano, 5 pontos. Tudo bem que Marussia e Caterham nem pontuaram, mas o papel delas no grid é esse, retardatário, chicane ambulante… Mas a Williams, a gigante Williams. O venezuelano fez 1 ponto! 19 corridas e 1 ponto.

Grosjean fez uma ótima temporada, e apesar de ter provocado acidente no começo, deu uma enorme amadurecida e mereceu seus pódios. Mas querido, para de falar que você já é um dos tops do grid, baixa essa bola ai que melhor que você tem uns 7.

Mercedes foi além das minhas expectativas. Hamilton ganhou uma, Rosberguinho duas. Foram até bem e terminaram com o vice dos construtores.

Bom a Ferrari foi a Ferrari. Duas vitórias, jogo de equipe, sacanagem com os brasileiros, protegida da FIA, como manda o script. Mas o melhor de Maranello esse ano foram as notícias. Alonso reclamón, Massa liberto, Kimi em busca de grana, Luca mostrando quem é que manda…

tumblr_msq22jAJkJ1sdc685o1_500

Agora é esperar 2014, que começa dia 14 de março.

Enquete F1 2013

1° edição

GOIÂNIA – Montei um enquete sobre a F1 em 2013.

Melhor e pior piloto, melhor e pior equipe, revelação e decepção do ano, e outros. Cada tópico tem 5 opções + ‘Outros’, caso o que você acredita ser a melhor opção não esteja lá.

Link da enquete: https://docs.google.com/forms/d/1gYGOqR9EP9d2AlnNvJZywKmTN6EtRxuIUQsuUCUFDLU/viewform

Vote e depois clicando em ‘See previous responses’ poderá ver as estatísticas até o momento.

A enquete estará aberta até 28/12.

Que honra

                                                                     Goiânia, 28 de Novembro de 2013

Querido Sebastian,

uma das frases que mais ouço do meu pai quando conversamos sobre Fórmula 1 é “Ah, Luiza! Como eu sinto pena por você não ter visto o Senna correr!”, e apesar de frases como esta me chatearem, são as minhas preferidas.

Quando meu pai diz isso, depois de me contar 1001 histórias sobre Ayrton, ele realmente lamenta. Por eu nunca ter tido o privilégio de ver O Cara correr. Meu pai fala do Senna como se falasse de um ser mitológico, de outro planeta. Os olhos brilham, e ele fala de Senna com uma intimidade enorme, como se conhecesse cada detalhe da personalidade dele. Narra corridas espetaculares. E depois de tentar me explicar o quão magnífico era, sempre termina dizendo algo do tipo: “Você tinha que ter visto o Senna correr para entender”.

E por que eu estou te contando isso, você deve estar se perguntando. É seu tetra. O que tem o Senna?

Pois bem, desde sempre lamento ter nascido depois da morte do Senna. Lamento por não ter vivido a época do Senna.

E hoje, tenho que lhe dizer, me sinto honrada de estar te vendo correr. Quem sabe daqui 30 anos, eu conte aos meus filhos sobre você como quando meu pai me conta sobre o Senna? Já pensou nisso? Já parou para pensar que você está virando um mito?

Parece precipitado dizer isso? Que você é o próximo Senna? Para você, sempre muito humilde, sim. Mas acredite em mim, não é! Você é o cara da F-1 hoje, e está virando o cara da história F-1 . E piloto como você e Senna aparecem a cada 30 anos.

Todas as vezes que você acaba de fazer a pole e vai analisar tempos, ou acaba de ganhar a corrida, e na sala dos bonés fica atento a todas as informações do visor, eu vejo o quão dedicado você é. E ai, quando você não faz a pole, pede desculpas a equipe, por eles terem dado aquele carro maravilhoso e você não ter retribuído com o 1° tempo.

Ah, Sebastian! Foi essa dedicação, essa busca pela perfeição, que fez do Senna o mártir que ele é hoje. E é o que está fazendo de você esse piloto inalcançável.

Admiro muito como você é de bem com a vida. De como você brinca com todo mundo. De como você tem que fazer a volta mais rápida da corrida, deixando os engenheiros com o coração na boca. De como você fez aqueles zerinhos na Índia, em Abu Dhabi, nos EUA e aqui no Brasil. De como você é grato pela sua equipe. De como em toda vitória você grita de felicidade no rádio, e faz juras de amor para a galera da RBR.

Admiro a tua serenidade. De como, no 2° ou 3° lugar do pódio você ainda comemora alegremente; mesmo sendo o principal objetivo os 25 pontos, e menos que isso não é o suficiente, ainda sabe que não adianta ficar com cara de emburrado. De como você é equilibrado e administra bem as situações. De como você consegue fazer uma corridaça largando dos boxes, ou caindo para último ainda na primeira volta.

A cada vitória sua vemos uma expressão de objetivo cumprido, de gratificação, de ”isso-é-um-sonho”, de orgulho e apontando com o dedo indicador para a equipe, de ”isso-não-seria-nada-sem-vocês”. A equipe que grita extasiada lá embaixo.

E Helmut Marko, Christian Horner e Adrian Neway, que olham estupefatos o piloto que eles tem a honra de ter na equipe deles.

É Sebastian Vettel, você é isso tudo sim.

E olha só, eu estou vendo tudo isso, em tempo real! Ah, Sebastian, mas que honra, hein?!

Agradecida, por tudo,

Luiza Maria Saggin

Alguma coisa acontece no meu coração (4)

Domingo

GOIÂNIA – Foi lindo. Da 1° volta a entrevista no pódio. Foi maravilhoso. Emocionante.

Vettel perdeu a liderança por um tempinho, na largada. Mas alguns metros antes do fim da primeira volta já recuperou a posição de seu costume. Em pouco tempo alcançou retardatários, e deixou 2° colocado para trás. Ai, acabou! Não teve para ninguém. Nem quando o pit stop dele deu problema o garoto não saiu da 1° posição.

Massa recebeu penalidade e teve uma despedida não muito legal da Ferrari. Terminou atrás das duas McLarens!

Webber tirou o capacete na volta da comemoração. E foi lindo.

Hamilton fechou o ano sendo aquele ‘Lewis afoito’ que não víamos a algum tempo. Fechou e bateu no Bottas, que acabou fora da corrida.

Button salvou a história da McLaren terminando acima do 5° lugar. Parabéns!

E Alonso. Sem piadas agora! Minhas congratulações. Que corrida, hein? Gostei de ver sua garra. Mesmo sem lutar por nada, demonstrou vontade nessa corrida. E vou te contar, admiro muito isso em você. Hoje, você é o 2° melhor piloto do grid. E mesmo que você seja 6 anos mais velho que Vettel, ainda está novo, tem muita lenha para queimar. Só precisa de condição, por que você já é el fodón de natureza.

bhj tumblr_mws7xjhn3C1t0r3c4o3_500 tumblr_mwsdr8bwYr1qea6vho1_500

1 Sebastian VETTEL ALE Red Bull Renault 1:32:36.300 71 voltas 2
2 Mark WEBBER AUS Red Bull Renault +10.452 2
3 Fernando ALONSO ESP Ferrari +18.913 2
4 Jenson BUTTON ING McLaren Mercedes +36.360 2
5 Nico ROSBERG ALE Mercedes +39.048 2
6 Sergio PÉREZ MEX McLaren Mercedes +44.051 2
7 Felipe MASSA BRA Ferrari +49.110 3
8 Nico HÜLKENBERG ALE Sauber Ferrari +1:04.252 2
9 Lewis HAMILTON ING Mercedes +1:12.903 3
10 Daniel RICCIARDO AUS Toro Rosso Ferrari +1 volta 2
11 Paul DI RESTA BRA Ferrari +1 volta 2
12 Esteban GUTIÉRREZ MEX Sauber Ferrari +1 volta 2
13 Adrian SUTIL ALE Force India Mercedes +1 volta 3
14 Heikki KOVALAINEN FIN Lotus Renault +1 volta 2
15 Pastor MALDONADO VEN Williams Renault +1 volta 3
16 Jean-Éric VERGNE FRA Toro Rosso Ferrari +1 volta 2
17 Jules BIANCHI FRA Marussia Cosworth +2 voltas 2
18 Giedo VAN DER GARDE HOL Caterham Renault +2 voltas 3
19 Max CHILTON ING Marussia Cosworth +2 voltas 3
Charles PIC FRA Caterham Renault +13 voltas NC 1
Valtteri BOTTAS FIN Williams Renault +26 voltas NC 2
Romain GROSJEAN FRA Lotus Renault +69 voltas NC 0

Foi boa, a corrida, o campeonato. Mas agora, fica aquela ‘depressão pós-temporada’. 3 meses de tristeza e ansiedade!

Navegação de Posts

%d blogueiros gostam disto: