Fórmula Café

MOTOGP 2017: Argentina

COLUNA ESCRITA POR PATRICIA ZENI

motogp-argentinian-gp-2017-podium-second-place-valentino-rossi-yamaha-factory-racing-race

(Opinião) Assim como no Qatar, escrevi a coluna da MotoGP com a colaboração do meu amigo Marcos. Quando estávamos pensando no que colocar aqui, deixei claro que era pra falar do Valentino Rossi, mas ele preferiu dar uma boa ênfase no Maverick Viñales! Enfim, espero que leiam tudo, tem Brasil no final, então não desistam na metade. Se você não sabe o que aconteceu na corrida, leia com atenção. Se você sabe, espero que concorde com tudo.

MotoGP

O cine MotoGP orgulhosamente apresenta: Desafiando Gigantes! Esse poderia ser o slogan do jovem piloto Maverick Viñales, com uma atuação madura e sólida o piloto de 22 anos venceu mais uma na MotoGP, não tomando conhecimento de pilotos consagrados e mais experientes. Viñales fez uma largada conservadora na perigosa e escorregadia pista de Termas do Rio Hondo, e com muita inteligência foi melhorando seu ritmo volta a volta conforme as condições da pista melhoravam. Quem não teve a mesma sorte foi o penta campeão Marc Márquez que caiu logo no início quando tentava abrir vantagem na liderança, deixando o caminho de Maverick mais fácil. Cal Crutchlow até tentou acompanhar o ritmo de Viñales, mas acabou virando preza do veterano Valentino Rossi. Valentino, que por sinal completava 350 gps. O piloto italiano comemorou a marca histórica fazendo o que mais fez nos 21 anos de carreira, dando show e encantando o público. Partindo de sétimo o italiano veio escalando o pelotão um a um até chegar em Cal, com quem travou um jogo de xadrez, no qual o italiano deu o cheque mate faltando sete voltas com uma linda ultrapassagem sem direito a resposta. Valentino se consolidou na segunda posição fazendo assim a primeira dobradinha da Yamaha no ano. Cal completou o pódio.

Na quarta posição, a Aspar Team surpreendeu mais uma vez (já tinham feito primeira fila no classificatório com Karel Abraham) com Alvaro Bautista, que brigou num pelotão com Dani Pedrosa, Danilo Petrucci, Johann Zarco, Andrea Dovizioso e Aleix Espargaró. Deles, Zarco terminou em quinto, com o companheiro de equipe Jonas Folger em sexto e Petrucci em sétimo. O primeiro a cair foi Pedrosa, seguido pela má sorte de Dovi na Argentina, que foi derrubado pelo Espargaró mais velho. Scott Redding, Jack Miller e Abraham fecharam o Top10.

Ah, faltou um! Ainda sem se adaptar na Ducati, Jorge Lorenzo não completou nem a primeira volta.

Moto2

Pertinho do Brasil, o mais brasileiro de todos os pilotos da Moto2, Franco Morbidelli venceu a segunda corrida da carreira, segunda corrida na temporada, segunda corrida seguida. Franco ficou na frente desde a primeira volta e foi ameaçado pelo companheiro de equipe Alex Marquez no finalzinho, mas o espanhol caiu. Morbidelli levou para o pódio uma bandeira metade Itália e metade Brasil, além de ter dado uma entrevista inteira em português para o ~melhor~ comentarista da SporTV, Fausto Macieira (tem video!!!)

moto2-termas-de-rio-hondo-2017-race-winner-franco-morbidelli-marc-vds

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: